EMPREENDEDORISMO NA EDUCAÇÃO

Grupo 3
Géssica Silva
Laylyee Galvão
Raiane Santana

Em Pedagogia da Autonomia, de 1996, Paulo Freire escrevia: "ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção".

Em outras palavras, defendia o papel da escola e, mais especificamente, do professor de fornecer aos alunos possibilidades e caminhos para suas respostas e projetos de vida. Mais: entendia o estudante como um ser pensante, capaz de questionar e criticar seu entorno.

Já temos vários exemplos de empreendedorismo na educação no Brasil, neste vídeo trazemos o exemplo da Escola Convexo, em Porto Alegre.