LETRAS


O curso de Letras é o lugar onde se aprende a refletir sobre os fatos linguísticos e literários, analisando-os, descrevendo-os e explicando-os, caracteriza-se por estabelecer uma reflexão crítica voltada para os fenômenos da linguagem em todas as suas manifestações. Formar professores de língua espanhola e portuguesa, bem como literatura, capacitados para o ensino público e particular que domine os aspectos socioculturais dos fenômenos linguístico-literários e não literários em suas múltiplas dimensões fonológica, sintática, semântica, pragmática e discursiva.


A Universidade de Brasília (UNB) é uma das principais instituições que atuam no desenvolvimento do setor, e uma das pioneiras no ensino EAD, com 50 anos de estrutura pedagógica em graduação, pós-graduação e extensão. 

Com o objetivo de criar propostas e gerir a modalidade dentro da UNB, a Diretoria de Ensino de Graduação a Distância orienta, coordena e dá suporte a uma oferta de cursos de graduação e extensão no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), que são voltados para professores da educação básica da rede pública, mas também atendem o público em geral. Dentre eles se destacam os cursos de Administração Pública, Artes Visuais, Biologia, Educação Física, Geografia, Letras, Música, Pedagogia e Teatro. 

Para os interessados em integrar a grade de cursos de graduação e extensão da UNB EAD, o processo seletivo é feito anualmente e exclusivamente através de vestibular, constituído por provas objetivas e uma redação. Para os cursos de Artes Visuais, Teatro e Música são aplicadas provas de habilidades específicas. Todas as modalidades de avaliação têm caráter eliminatório e classificatório.   

fonte: https://www.faculdadeadistancia.blog.br/ead/unb-ead-cursos-a-distancia-na-universidade-de-brasilia/

 Licenciatura em Letras-Português EAD na UNB

Essa parte contém algumas informações sobre o curso de Licenciatura em Letras-Português a distância na UnB. Saiba mais clicando  aqui


Português

O curso de Letras - Língua Portuguesa e Respectiva Literatura da UnB busca a formação de professores de língua portuguesa (Licenciatura) e de profissionais que atuam no domínio da língua portuguesa (Bacharelado). A proposta curricular privilegia os aspectos renovadores da formação de profissionais da língua/linguagem, deslocando a ênfase no significado dos conteúdos para a ênfase na significação e privilegiando a relação entre o objeto/matéria de ensino e os sujeitos do processo ensino-aprendizagem.

Perfil - quem pretende ingressar no Curso de Letras - Língua Portuguesa e Respectiva Literatura deve ter interesse pelo estudo da língua/linguagem e da literatura. O graduado (licenciado ou bacharel) se identifica pelas seguintes competências e habilidades: domínio do uso da língua portuguesa oral e escrita, reflexão analítica e crítica sobre a linguagem, visão crítica das perspectivas teóricas adotadas nas investigações linguísticas e literárias, formação para o exercício profissional atualizado, percepção de diferentes contextos interculturais.

Mercado de Trabalho: Os licenciados em Letras - Língua Portuguesa e Respectiva Literatura podem atuar como professores de língua portuguesa ou de literatura. Essa atuação pode se dar em escolas de nível fundamental e médio públicas ou privadas ou em cursos de diversas naturezas. Os bacharéis desenvolvem atividades relacionadas predominantemente à leitura e à produção de textos (incluindo-se atividades de revisão e editoração), e têm campo aberto nos órgãos da administração pública e privada, nas editoras e gráficas, na área cultural, entre outros. Licenciados e bacharéis são preparados também para desenvolver pesquisa acadêmica.

O Curso na UnB: No curso de Letras - Língua Portuguesa e Respectiva Literatura, os estudantes recebem uma formação ampla nos conteúdos específicos do Curso, os quais se subdividem em três grandes áreas: formação em teoria e análise linguística, formação em teoria literária e literaturas de língua portuguesa. Os licenciados (futuros professores) recebem também formação na área pedagógica, enquanto os bacharelados recebem formação mais aprofundada na área de texto. O futuro profissional deve, ainda, desenvolver autonomia, discernimento e capacidade de refletir a respeito dos problemas com os quais vai se deparar em sua prática, para que possa construir alternativas teórico-metodológicas adequadas à realidade social com que irá se confrontar, no mercado de trabalho.

Espanhol

O curso de Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, no mês junho de 1996, depois de aproximadamente 8 anos de longas tentativas para que órgãos competentes da Universidade de Brasília aceitassem o novo curso, entre os que aqui já eram ofertados desde a criação da UnB.

O perfil específico é o ensino de Espanhol como língua estrangeira, bem como, o ensino de suas literaturas. Considerando as habilidades e competências a serem desenvolvidas durante a formação do professor de Língua Espanhola e suas literaturas e em conformidade com as contingencias sociais e acadêmico cientificas da área, espera-se desse profissional: uma formação humanística, teórica e pratica; a capacidade de operar, sem preconceitos, com a pluralidade de expressão linguística e literária; uma atitude investigativa e uma necessidade contínua de construção do conhecimento na área; uma postura ética que ressalte a responsabilidade social junto a um espírito crítico do seu papel de formador; um domínio dos diferentes usos da língua e sua gramática junto a um repertório de conhecimento das literaturas espanholas; uma capacidade de formar leitores pensadores na nossa sociedade; de atuar em equipe interdisciplinar e multiprofissional com uma assimilação critica de novas tecnologias e conceitos científicos; um profissional intelectual crítico-reflexivo com competência linguística, literária e didático-pedagógica, através de uma base teórica sólida em vários os âmbitos dos saberes: pedagógico, cultural e dos conhecimentos específicos; um profissional com consciência de cidadania e da complexidade da sociedade moderna.

Colaboradores:

  • Bárbara Thamily
  • Elioenai Albryan
  • Leonardo Ramos
  • Lucilene Nery
  • Vitor Oliveira